domingo, 31 de outubro de 2010

Tributo à Frida Kahlo

                                        Meu vestido pendurado ali - Frida Kahlo

Frida Kahlo foi uma artista única, para muitos é considerada a pintora do século. Apesar de seu pouco tempo de vida, nos deixou obras magníficas e intrigantes.

Frida Nasceu em 1907, no México, mas gostava de declarar-se filha da revolução ao dizer que havia nascido em 1910. Sua vida sempre foi marcada por grandes tragédias; aos seis anos contraiu poliomelite, o que a deixou coxa. Já havia superado essa deficiência quando o ônibus em que passeava chocou-se contra um bonde. Ela sofreu multiplas fraturas e uma barra de ferro atravessou-a entrando pela bacia e saindo pela vagina. Por causa deste último fez várias cirurgias e ficou muito tempo presa em uma cama.

Começou a pintar durante a convalescença, quando a mãe pendurou um espelho em cima de sua cama. Frida sempre pintou a si mesma: "Eu pinto-me porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor". Suas angustias, suas vivências, seus medos e principalmente seu amor pelo marido Diego Rivera.

A sua vida com o marido sempre foi bastante tumultuada. Diego tinha muitas amantes e Frida não ficava atrás, compensava as traições do marido com amantes de ambos os sexos. A maior dor de Frida foi a impossibilidade de ter filhos (embora tenha engravidado mais de uma vez, as seqüelas do acidente a impossibilitaram de levar uma gestação até o final), o que ficou claro em muitos dos seus quadros.

Os seus quadros refletiam o momento pelo qual passava e, embora fossem bastante "fortes", não eram surrealistas: "Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei minha própria realidade". Frida contraiu uma pneumonia e morreu em 1954 de embolia pulmonar, mas no seu diário a última frase causa dúvidas: "Espero alegremente a saída - e espero nunca mais voltar - Frida". Talvez Frida não suportasse mais.

Fonte da imagem: Google













segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Jean-Michel Basquiat

Jean-Michel Basquiat (22 de dezembro 1960, Brooklyn, Nova Iorque - 12 de agosto de 1988, Nova Iorque) foi um artista americano. Ele ganhou popularidade primeiro como um grafiteiro na cidade onde nasceu e então como neo-expressionista. As pinturas de Basquiat ainda são influência para vários artistas e costumam atingir preços altos em leilões de arte. Morto de overdose aos 27 anos, Basquiat registrou na sua pintura (quase grafite) angústias e expressões que fazem parte do cotidiano de alguns jovens.

Fonte das imagens: Imagens Google

domingo, 24 de outubro de 2010

Decida-se

Em toda a bifurcação há dois caminhos. Obviamente, decida-se!
As escolhas fazem parte da nossa inteligência e da nossa capacidade de ponderação. Procuremos usar o bom senso, pesar os dois lados da mesma moeda diante da dúvida. Se perdermos essa possibilidade é por que nos deixamos dominar pelo medo. O fracasso anda de mãos dadas com o temor excessivo. Há que se ter coragem e determinação em certos momentos de nossas vidas, para que eles venham a sintetizar novas opções e ousadias. Do poder de decisão, depende o nosso estágio de libertação em vários sentidos. Por isso, não fique em cima do muro nunca, decida-se!

Beijos.

Tânia Marques

sábado, 23 de outubro de 2010

Third of Life

Third of Life



 
A Weather - Third of Life from Team Love on Vimeo.
Muito triste e lindo esse vídeo.

Aerosmith - Cryin'



Essa música é maravilhosa!

Bon Jovi é demais! Always

domingo, 17 de outubro de 2010

Rabiscos de Andressa Pacheco Lawisch

Andressa Pacheco Lawisch - Estudante de Belas Artes da UFRGS.
Fotos: Arquivo pessoal.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

.poema duvidoso.

.um poema é sempre duvidoso
quando o poeta ignora
que o dia vira noite
e a noite escurece o dia.

.rodam moinhos florestais
gira o tempo em vendavais circulares
a vida anda em preto e branco
e o poeta corre atrás das palavras coloridas.

Tânia Marques  13 de outubro de 2010
Fonte da imagem: 
Arquivo pessoal - CowParade - Porto Alegre

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Luiza Caspary

Luiza Caspary, sinônimo de talento e determinação. Beijo grande para ti e muuuito sucesso em tua carreira, que já iniciou brilhante!




Sempre acreditei...








Lindos!

domingo, 10 de outubro de 2010

Dia de chuva

Perfeita sintonia dos sons corporais. Lindo demais!

sábado, 9 de outubro de 2010

Free demo to create avatars using Text-to-Speech (TTS) by SitePal

Free demo to create avatars using Text-to-Speech (TTS) by SitePal

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Este blog faz a minha cabeça

Agradeço ao meu amigo, Clênio Viégas, o prestígio e a homenagem dada ao meu blog e convido você a visitar o seu blog http://lennysmind.blogspot.com/. Sendo assim, aproveito a ocasião para também premiar e divulgar os seguintes blogs amigos:

domingo, 3 de outubro de 2010

Robert Mapplethorpe - O Círculo - Fotografia

           Thomas in a circle (1987)

Robert Mapplethorpe (Nova York, 4 de novembro de 1946 – Boston, 9 de março de 1989) foi um fotógrafo norte-americano, célebre por suas fotografias branco e negro de grande formato, especialmente flores e nus. O conteúdo sexual de alguns de seus trabalhos, qualificados de pornografía, gerou mais de uma polémica durante sua carreira.  (...) Seus temas habituais incluíam as flores, especialmente orquídeas e lírios de água; retratos de celebridades, entre os quais se contam o artista Andy Warhol, a cantora e actriz Deborah Harry, Richard Gere, Peter Gabriel, Grace Jones e Patti Smith (um retrato de Patti Smith de 1986 recorda o autorretrato de Albrecht Dürer de 1500); o homoerotismo e os actos de BDSM (bondage e sadomasoquismo), incluída a coprofagia), e nus de reminiscências clássicas.
A polémica em torno de sua arte não foi casual. Mapplethorpe procurou a presença de temática homossexual, utilizou como modelos a actores do cinema pornográfico e elementos da cultura sado-masoquista de forma intencional, temas controvertidos que com o tempo foram utilizados como símbolos da cultura LGBT em sua luta pela igualdade e o reconhecimento.

Fonte da imagem: uniblog.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pages

 
↑Top