sábado, 30 de abril de 2011

Giselle Beiguelman: arte nas aplicações multimídias


Giselle Beiguelman (1962) se destaca pelo trabalho em rede, envolvendo desde literatura e web art até mobile art, abrangendo pesquisa teórica associada à produção poética. Sua produção poética é reconhecida internacionalmente, tendo sido citada por inúmeros artigos e livros nas temáticas da cibercultura. É autora de livros e artigos de destaque, colaborando com revistas nacionais e internacionais. O trabalho com comunicação móvel faz parte de suas atividades desde 2001, o que a torna uma das pioneiras no Brasil nesse tipo de desenvolvimento. Suas obras acionam tanto o processo poético, quanto o estrutural da programação computacional e imbricamento de vários dispositivos. Suas atividades são bastante destacadas na organização e participação de eventos que fomentam a produção em mobile art, entre outras especificidades da arte. Entre suas realizações com dispositivos de comunicação móvel destacam-se “Wop Art” (2001) e “Filosofia da caixa prata” (2008), este realizado em Parceria com José Carlos Silvestre. Foi uma das ganhadoras do Prêmio Sergio Motta de 2003 (Brasil), além de, no mesmo ano, ter contado na lista “International media art award - the Top 50” do, ZKM (Alemanha) Os trabalhos da artista podem ser encontrados no seu site: http://www.desvirtual.com/.

Biografia

Doutora em história da cultura pela USP (1991), Giselle Beiguelman é professora do programa de pós-graduação em comunicação e semiótica da PUC/SP. Editora da seção Novo Mundo da revista Trópico (http://www.uol.com.br/tropico) e editora contribuinte do NMEDIAC, The Journal of New Media & Culture.Trabalha com criação e desenvolvimento de aplicações multimídia desde 1994, dedicando-se à Internet a partir de 1995. Foi bolsista Vitae, com projeto premiado na área de literatura e novas mídias (1999), membro do comitê científico do Isea 2000 (Paris) e fez parte das equipes de implantação do UOL e do BOL. Integra o arquivo de web arte da Rhizome e tem participado de vários eventos e exposições de web arte e cultura digital na Europa e nos Estados Unidos, como as pioneiras Net_Condition (ZKM, 1999) e (re)distributions (PDA, Information Apliance and Nomadic Art as Cultural Intervention) (voyd.com/ia). Desde 1998, Giselle Beiguelman tem um estúdio de criação digital, desvirtual.com, onde são desenvolvidos seus projetos pessoais,  como O Livro Depois do Livro (http://www.desvirtual.com/giselle), (http://www.desvirtual.com/nocache) e wopart (web site http://www.desvirtual.com/wopart e wap site http://tagtag.com/wopart).

Importância de sua obra
Giselle Beiguelman tem-se dedicado sobretudo às complexas relações existentes entre literatura e novos meios. Suas pesquisas ao mesmo tempo teóricas e criativas sobre essa relação produziram aplicações multimídia bastante densas, tais como O Livro Depois do Livro e Link-se, em que se discute e se experimentam as mudanças que estão ocorrendo no código e no suporte escrito a partir do surgimento dos meios digitais. Mais recentemente, Beiguelman tem voltado as suas indagações para as plataformas wireless (Palm e Wap), produzindo obras especificamente pensadas para difusão nesse circuito.




Fonte das imagens: 
Fonte do texto:

4 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pages

 
↑Top